Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Ator Leonado DiCaprio se posiciona contra construção de estrada peruana na fronteira com o Acre

_________________Publicidade_________________

O ator e ativista ambiental Leonardo DiCaprio entrou nas discussões sobre a reativação de uma estrada em plena selva peruana, na fronteira do Brasil, no Vale do Juruá, no Acre, que pode impactar a vida dos índios que vivem nos dois países. O ator usou sua página no Instagram para denunciar o avanço da estrada UC-105, que está sendo reaberta de forma ilegal, no Peru, entre as comunidades Nueva Italia e Puerto Breu, distrito de Ucayalli.

“A construção de estradas ilegais por uma empresa madeireira na Amazônia peruana está causando poluição da terra e pilhagem ilegal de recursos naturais, e abrindo esta parte da Amazônia para mais invasões, ameaçando as casas, meios de subsistência, culturas e vidas dos Povos indígenas de Sawawo e Aconadysh”, escreve o ator estadunidense, vencedor do Oscar, em inglês.

A comunidade Apiwtxa, do povo Ashaninka do Rio Amônia, no Acre, apresentou um dossiê apontando os riscos que esta nova ameaça pode causar tanto para os povos indígenas, como para comunidades tradicionais daquela região, no Brasil e no Peru. Na última semana, o Jornal Nacional, da rede Globo, também repercutiu, em horário nobre da televisão brasileira, sobre a invasão que já começou a ocorrer na comunidade de Sawawo, no Peru, no Rio Amônia.

“A Apiwtxa reuniu o conjunto desses documentos e arquivos, pois considera este o pior momento de ataques ao nosso território. Se trata de uma estrada que liga o Rio Ucayali ao Rio Juruá, por dentro de uma floresta em que habitam comunidades indígenas e populações tradicionais. O impacto disso será muito grande, com a migração de grupos ao longo desta rodovia, trazendo para próximo da nossa fronteira e para a cabeceira dos nossos rios, extração de madeira ilegal, tráfico de drogas e outras ações ilícitas”, explica Francisco Piyãko, liderança Ashaninka da Apiwtxa.

A luta contra o avanço das invasões por meio desta rodovia continua. “Junte-se a mim, @rewild e @propurus, no apelo ao governo do Peru – especificamente o estado de Ucayali – para interromper a construção dessas estradas na província de Yurua e garantir a segurança das comunidades indígenas que vivem aqui e salvaguardar este lugar especial fundamental para um planeta saudável”, disse o ator.

No Brasil, a atriz Letícia Spiller, amiga do povo do rio Amonea e que já esteve na Terra Indígena em várias oportunidades, também manifestou-se a favor da causa dos índios. Em suas redes sociais, assim como DiCaprio, ela manifestou apoio ao encontro dos índios dos dois países.

Via-Contilnet

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas