Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Assessoria de Marília explica motivo de ‘equívoco’ no dia da morte

_________________Publicidade_________________

A assessoria de imprensa de Marília Mendonça divulgou nesta segunda-feira (8) uma nota oficial em que explica o “equívoco” que a teria levado a informar que a cantora sertaneja e as outras vítimas da queda do avião estavam “bem” e que todas as pessoas estavam sendo “encaminhadas para o hospital para a realização de exames”. O acidente aéreo matou a artista e mais quatro, na tarde da sexta-feira (5), na serra de Caratinga, em Minas Gerais.

A equipe da compositora afirma que buscou informações sobre a queda da aeronave por meio de “fontes oficiais”, e que, por isso, repassou as informações aos jornalistas de todo o Brasil. “Em conhecimento do acidente, a assessoria de imprensa da artista buscou informações de fontes confiáveis. Estas informaram que estaria tudo bem e que todas as pessoas estavam sendo conduzidas ao hospital, somente para realizar procedimento-padrão.”

Entretanto, minutos depois, as mesmas fontes informaram a fatalidade. Diante do novo comunicado, a assessoria buscou informar primeiramente os familiares das vítimas. Por fim, a nota ressaltou que em nenhum momento a desinformação foi intencional. “Vale ressaltar que todas as informações foram disponibilizadas com base em fontes confiáveis. Em nenhum momento o equívoco foi intencional. Sempre prezamos a ética profissional e moral.”

O avião que transportava a cantora Marília Mendonça caiu na tarde da sexta-feira (5), na serra de Caratinga, em Minas Gerais. A artista viajava a trabalho e faria shows pelo estado. A informação do acidente foi confirmada pela assessoria, que afirmou que a cantora e os outros passageiros estavam bem e que teriam sido encaminhados a um hospital para a realização de exames. 

Minutos depois, no entanto, o empresário da sertaneja confirmou, por meio de nota oficial, a morte dela, do produtor Henrique Ribeiro, do tio Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto, Geraldo Martins de Medeiros, e do copilto do avião, Tarciso Pessoa Viana. 

Via-R7

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas