Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Ar-condicionado e geladeira consomem até 30% mais energia em dias de calor intenso

_________________Publicidade_________________

Em dias quentes o uso de geladeira e ar-condicionado exige mais atenção porque geram maior consumo de energia e, consequentemente, pesa mais no bolso do usuário.

Cada vez que a porta da geladeira ou freezer é aberta, por exemplo, o ar quente externo entra, fazendo com que o compressor necessite “trabalhar mais” para garantir que o interior permaneça refrigerado na temperatura ideal. E quanto maior a diferença entre a temperatura ambiente e a que se deseja atingir, maior será o tempo de operação do aparelho.

No caso do ar-condicionado: se a temperatura do ambiente está em 29°C e se deseja ficar em 23°C, o aparelho tem determinado consumo de energia para realizar essa atividade. Mas se a temperatura está em 40°C e desejar reduzir para os mesmos 23°C, o equipamento levará muito mais tempo de operação em sua máxima potência – gastando mais energia – até atingir a temperatura desejada.

Ou seja, mesmo sem perceber ou sem grandes mudanças de hábitos diários, o consumo de energia pode subir nos dias mais secos e quentes. Para evitar o consumo excessivo é importante que os equipamentos e as instalações elétricas estejam devidamente dimensionados para cada local específico, seguidos das melhores recomendações de instalação.

Via – Ac 24 Horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas