Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Após se posicionar contra flexibilização, MPAC não comparece à apresentação do decreto

Geralmente, o MPAC se manifesta sobre os decretos publicados pelo Governo, o que não aconteceu até o fechamento desta matéria.

O Ministério Público do Acre (MPAC), que geralmente participa das coletivas de imprensa do Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 no Acre, não marcou presença nesta sexta-feira (23) no anúncio das novas medidas sobre o funcionamento do comércio aos fins de semana e feriados.

O executivo decidiu permitir o funcionamento do setor durante o período, aumentando o prazo limite de circulação nas ruas para 22h. Antes, nos feriados e fins de semana, as pessoas poderiam se locomover até 19h.

A justificativa dada pelo Comitê é a de que o cenário epidemiológico no Acre apresentou estabilidade.

Geralmente, o MPAC se manifesta sobre os decretos publicados pelo Governo, o que não aconteceu até o fechamento desta matéria.

Nossa reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação do órgão para obter um posicionamento, mas ainda não foi informada sobre o assunto.

Questionado ao longo da coletiva de imprensa sobre o posicionamento do MPAC, o procurador-geral do Estado, João Paulo Setti, informou que não sabe o que a instituição pensa a respeito do decreto, mas acredita que ela deve se manifestar nas próximas horas.

“O decreto foi avaliado e aprovado dentro do Comitê. Não sabemos o que o MPAC tem a dizer do decreto, já que não fomos notificados e nenhum posicionamento foi lançado. É possível que se posicione nas próximas horas”, concluiu.

ContilNet

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas