Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Após homenagem com boneca, biomédica baiana diz que criação pode inspirar meninas negras: ‘Modelo para novas gerações’

_________________Publicidade_________________

A biomédica baiana Jaqueline Góes de Jesus, de 31 anos,uma das cientistas escolhidas pela fabricantes de brinquedos Mattel para ser homenageada com a boneca Barbie, por seu trabalho na pesquisa sobre o novo coronavírus, comemorou o feito nas redes sociais.

Jaqueline Góes, nascida em Salvador, fez parte da equipe responsável pelo  sequenciamento genético do novo coronavírus dos primeiros casos de Covid-19 na América Latina.

Nas redes sociais, na tarde desta quarta-feira (4), ela destacou a importância da homenagem, não apenas pelo trabalho desenvolvido por ela, mas também como mulher negra.

“Enquanto mulher negra, ser presenteada com uma boneca Barbie, que tem todas as minhas características, é simplesmente um sonho. Algo que, até bem pouco tempo, era uma realidade longínqua, para não dizer, inexistente”, afirmou a baiana.

Biomédica que ajudou a sequenciar DNA do coronavírus mostrando a boneca inspirada nela — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Biomédica que ajudou a sequenciar DNA do coronavírus mostrando a boneca inspirada nela — Foto: Reprodução/Redes Sociais

No vídeo ela reforçou a alegria que sentiu ao ser homenageada com a criação da boneca.

“Sou uma Barbie da linha exclusiva que celebra cientistas. Que alegria compartilhar com vocês essa linda homenagem que recebi da Mattel no projeto Mulheres Inspiradoras!”, disse a baiana nas redes sociais.

Ainda na publicação, Jaqueline Góes comentou que a homenagem pode inspirar meninas negras a seguirem a profissão de cientista, onde mulheres ainda são sub-representadas no mundo.

“Me tornar um modelo para novas gerações é provar que através das oportunidades, o talento e a inteligência podem alcançar e gerar frutos positivos para uma nação”, contou.

Jaqueline Góes de Jesus (segunda da esquerda à direita) foi homenageada com Barbie cientista — Foto: Mattel/Divulgação

Jaqueline Góes de Jesus (segunda da esquerda à direita) foi homenageada com Barbie cientista — Foto: Mattel/Divulgação

A baiana revelou que não imaginou, tornar-se uma Barbie e confessou que ainda “processa o momento em que está passando”.

“Em toda a minha história, jamais imaginei que me tornariam uma Barbie”, escreveu nas redes sociais.

Além da baiana, outras cinco cientistas também foram homenageadas com a boneca, entre elas a britânica Sarah Gilbert, que liderou a criação a vacina de Oxford-AstraZeneca.

Via-G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas