Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Após dirigir com dor por cerca de 1 km, enfermeiro desmaia no carro e é socorrido por policial em Rio Branco

_________________Publicidade_________________

Marcelo Oliveira começou a passar mal quando estava em uma igreja do bairro Chico Mendes, conseguiu dirigir até uma farmácia do bairro Ouricuri e foi socorrido na última sexta-feira (13).

O enfermeiro Marcelo Oliveira, de 31 anos, passou por um susto na noite da última sexta-feira (13) quando ia para a igreja no bairro Chico Mendes, em Rio Branco. Ele sentiu uma forte dor nas costas, saiu dirigindo em direção a uma farmácia, desmaiou no carro e recebeu ajuda de uma equipe da Polícia Militar (PM-AC).

Além dos policiais, os funcionários de um posto de combustível e de uma farmácia também prestaram auxílio ao motorista até a ambulância chegar.

Antes de apagar no veículo, Oliveira ainda conseguiu dirigir por cerca de um quilômetro até chegar em uma farmácia do bairro Ouricuri. Quando acordou, o enfermeiro estava dentro de uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

“Estava na igreja, passei mal e fui na farmácia perto do posto de combustível aferir a pressão. Cheguei já pedindo para chamarem o Samu, mas desmaiei e não lembro de muita coisa. Quando acordei estava dentro do Samu no posto”, contou.

Enquanto estava dentro do carro, uma equipe da PM-AC passava no local e viu a movimentação. Os policiais desceram e ajudaram a levar e acomodar Oliveira dentro da farmácia até a chegada da ambulância.

A história foi publicada na página oficial da PM-AC. “A Polícia Militar chegou, deu suporte e prestaram socorro junto com o pessoal do posto e da farmácia. Tive uma queda de pressão. Fui para o PS, fiz uma avaliação e falaram que pode ser pedra nos rins, deu uma dor muito forte”, falou.

Mesmo com dor, o enfermeiro disse que conseguiu dirigir, mas chegou muito mal no local. “Foi coisa de Deus. Foi muito rápido. Não falei ainda com o PM, só agradeci na postagem da PM”, concluiu.

Agilidade no atendimento

Ao G1, o soldado Leonardo Medeiros de Lima falou que a equipe fazia patrulhamento no bairro quando percebeu a movimentação no posto de combustível. Ele desceu da viatura e foi até o local e, ao chegar perto do carro, percebeu que o enfermeiro estava em uma posição desconfortável que poderia prejudicar a respiração.

“Ele estava apagado no veículo, tiramos ele e colocamos dentro da farmácia enquanto o Samu chegava. Estava na cadeira em uma posição que estava sufocando ele, levamos para a farmácia e colocamos em uma posição que pudesse respirar melhor”, confirmou.

Foram os policiais militares que ligaram para o Samu e, segundo o policial, a ambulância logo chegou ao local após o contato. O policial falou também que a dona do posto de combustível, que é estudante de medicina, ficou ao lado do enfermeiro auxiliando.

“O serviço da PM é muito amplo, não se restringe só ao combate da criminalidade. O fato da guarnição ter ligado para o Samu houve uma aceleração no atendimento”, acrescentou.

Por G1 AC

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas