Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Após depoimento, Sargento Nery, do trisal, é preso preventivamente em Brasiléia

_________________Publicidade_________________

O sargento da Polícia Militar do Acre (PMAC), Erisson Nery, foi preso preventivamente nesta segunda-feira, 29, após prestar depoimento na Delegacia de Polícia em Brasiléia, interior do Acre.

No momento da prisão, o sargento estava acompanhado da Major Ana Cássia, do advogado de defesa, Leandrius Muniz e do advogado da família da vítima, Maicon Moreira, que também acompanhou o depoimento.

Tudo começou quando o sargento Nery, no início da madrugada deste domingo, 28, se envolveu em uma briga de bar e acabou atirando no estudante de medicina, identificado como Flávio Endres de Jesus Ferreira, 30 anos.

Com a prisão preventiva decretada por tentativa de homicídio, Nery deverá permanecer detido no Quartel do 5º Batalhão de Polícia Militar, já se sabe que no momento do crime, o sargento estava afastado de suas funções em razão de um laudo médico.

Na decisão que decretou a prisão preventiva de Nery, o juiz de direito, Clovis de Souza Lodi, afirmou que analisando as imagens, os indícios de autoria também estão claros, pois, as imagens mostram a vítima caída no chão após sofrer disparos, mostrando que Neri agride o estudante mesmo ele estando desfalecido no chão.

“Diante do exposto, decreto a prisão preventiva de Erisson de Melo Nery nos fundamentos do artigo 312 pela disposta prática de tentativa de homicídio qualificado”, diz trecho da decisão

Via-Ac 24 horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas