Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Após colapso na Saúde, cinco pacientes do AC com Covid-19 devem ser transferidos para o AM

Cinco pacientes com Covid-19 do Acre devem ser transferidos para leitos de UTI do Hospital Delphina Rinaldi Abdel Aziz, em Manaus (AM), ainda nesta sexta-feira (19). A informação foi confirmada  pela Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre). As transferências ocorrem após a saúde do estado acreano entrar em colapso.

No sábado (13), a Sesacre informou que fez uma lista de 16 pacientes que tinham capacidade de transferência para desafogar o Into-AC, hospital de campanha de Rio Branco, que está sem vaga. Destes,  seis aceitaram seguir com o tratamento em Manaus, mas a Sesacre ainda aguardava uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) para levar esses pacientes.

Agora, a informação é que são cinco pacientes que devem ser transferidos do Into-AC para o hospital de Manaus. A previsão inicial era de que o voo ocorreria às 11h desta sexta, mas, devido ao mau tempo, precisou ser adiado e a nova previsão é que a aeronave da FAB chegue ao Acre às 15h50 (horário local) e a saída ocorra às 17h20 (horário local).

Entre os pacientes, segundo a Sesacre, estão três homens e duas mulheres, com idades entre 30 e 80 anos. Dois deles estão entubados e três fazem uso de ventilação não invasiva (VNI).

Com o sistema de saúde em colapso, o governo fez a transferência de pacientes de Rio Branco para o Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul. Ao todo, quatro foram transferidos e uma morreu horas depois de chegar no hospital do interior do estado.

Pandemia no Acre e colapso

O estado acreano registrou, até essa quinta (18) 64.234 casos de covid-19 e 1.156 óbitos pela doença, segundo o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre). Na tentativa de reduzir o casos da doença no estado, o governo iniciou neste sábado a adoção de medidas mais restritivas com o fechamento das atividades consideradas não essenciais no estado.

Nesta sexta (19), o Comitê de Acompanhamento da pandemia manteve todas as regionais do estado em bandeira vermelha, de emergência.

Em Rio Branco, o Pronto Socorro e o Into-AC, onde funciona o maior hospital de campanha do estado, continuam com lotação máxima nesta terça. No PS, todos os 30 leitos de UTI estão ocupados e no Into os 50 também estão com pacientes. De acordo com o boletim de assistência, 11 pacientes aguardam na fila por um leito de UTI e 4 por leitos de enfermaria

O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de incidência de e 7.181,2 casos para cada 100 mil habitantes. O Acre apresenta um coeficiente de mortalidade (óbitos por 100 mil habitantes) de 129% e de letalidade de 1,8%.

Dos 106 leitos de UTI nos hospitais da rede SUS disponibilizados no estado, 102 estão ocupados. Dessa forma, a taxa de ocupação total chegou a 96%. Os leitos de UTI estão concentrados na capital, com 85 vagas, e Cruzeiro do Sul, com 26.

Via G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas