Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Ameaçado de extinção, lobo-guará é visto circulando no centro de cidade em MT

Chegada do animal na cidade pode ter sido ocasionada em decorrência de impactos ambientais em áreas de mata, como o desmatamento, segundo pesquisadora.

_________________Publicidade_________________

Um lobo-guará foi flagrado próximo a uma escola no Centro de Sinop, no norte do estado, nesta terça-feira (25). A espécie é considerada vulnerável e está ameaçada de extinção. O lobo-guará estampa a nota de R$ 200.

Segundo os moradores da região, até a publicação desta matéria, o animal não tinha sido resgatado. Algumas pessoas fizeram publicações nas redes sociais pedindo ajuda para encontrá-lo e levá-lo para um local seguro.

Animal circulas pelas ruas da cidade  — Foto: Divulgação

Animal circulas pelas ruas da cidade — Foto: Divulgação

A professora e pesquisadora do curso de veterinária da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Elaine Dione, disse que a chegada do lobo-guará na cidade pode ter sido ocasionada em decorrência de impactos ambientais em áreas de mata, como o desmatamento.

“Ele ocorre em nossa região, mas não gosta de ambiente urbano. Eles se ‘arriscam’ mais em busca de alimento. Os lobos-guarás são animais solitários e arredios à presença humana. Essa ocorrência é incomum”, explicou.

Lobo-guará circula pelas ruas de Sinop (MT) — Foto: Reprodução

O Corpo de Bombeiros e a concessionário Rota do Oeste foram acionados na tarde desta terça-feira devido a uma possível travessia do animal na BR, o que o coloca em um risco de vida ainda maior.

Apesar do porte e da aparência, o lobo-guará é um animal inofensivo ao homem, de comportamento dócil, e raramente há briga entre eles.

Espécie encontrada em Sinop (MT) está ameaçada de extinção — Foto: Divulgação

Espécie encontrada em Sinop (MT) está ameaçada de extinção — Foto: Divulgação

No passado, acreditava-se que a diminuição da população do lobo-guará no Brasil era decorrente da perda de habitat. Mas em 2005 o resultado de um encontro de pesquisadores revelou que o preconceito, desconhecimento e superstição superam a ameaça da diminuição do território.

O lobo-guará ainda é caçado para a retirada dos olhos como amuleto e por donos de propriedades rurais, com o argumento de evitar o ataque a aves e pequenos animais.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas