Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Alunos do Curso de Cinotecnia da Polícia Militar do Acre recebem instrução com Policial Militar de São Paulo

_________________Publicidade_________________

Assessoria de Comunicação da PMAC

Os alunos do 1° Curso de Cinotecnia, da Polícia Militar do Acre (PMAC), iniciaram nesta terça-feira, 20, as instruções de “Guarda e Proteção”, com o 3° sargento da Reserva Remunerada da Polícia Militar de São Paulo (PMESP) Gilson Alves. As atividades da disciplina se estenderão até quinta-feira, 22.

Durante o treinamento, os alunos foram levados, na tarde desta quarta-feira, 21, ao Lago do Amor, como parte do processo de socialização com os cães. O tenente-coronel Flávio Inácio, Diretor do curso, explicou sobre as atividades no espaço de lazer da cidade.

“Nesse treinamento é apresentado alguns equipamentos, como as luvas de proteção. São equipamentos que reforçam a mordida do cão para que futuramente, em caso de necessidade de sermos acionados, nessa atividade de cão policial, o cão tenha uma mordedura adequada para imobilizar uma pessoa pessoa”, destacou o coordenador.

Com mais de 30 anos de serviços prestados ao Canil da PMESP, o 3° sargento RR Gilson Alves foi responsável por instruir os futuros “cachoeiros” – como são chamados os concludentes do curso. “A disciplina de Guarda e Proteção visa dar o suporte técnico e científico aos alunos e formarem os cães para atuarem no exercício de policial militar, dentro da atividade de captura de infratores da lei, sendo uma ferramenta de baixa letalidade”, disse o instrutor.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas