Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Agência Catedral, do Banco do Brasil, é fechada em Cruzeiro do Sul

_________________Publicidade_________________

Cruzeiro do Sul hoje, 16, conta somente com uma agência na cidade.

A agência Catedral situada em frente à praça Orleir Cameli fechou definitivamente.

A medida faz parte da abertura de dois Programas de Demissão Voluntária com a previsão de adesão de cerca de 5 mil funcionários em todo país.

No Acre, quatro agências foram fechadas e duas transformadas em posto de atendimento.

A Agência da Avenida Ceará, em Rio Branco; da Catedral, em Cruzeiro do Sul; Assis Brasil e Bujari vão ser fechadas.

A agência de Mâncio Lima vai deixar de ser agência e se tornar posto de atendimento, assim como a de Feijó.

Em julho de 2019, o Banco do Brasil anunciou um plano de desligamento incentivado para promover adequação nos quadros de funcionários, além de regularizar vagas e excessos em dependências e praças, otimizando a distribuição da força de trabalho nas unidades. Aderiram ao PDV 2.367 funcionários.

Em setembro de 2020, de acordo com último balanço de resultados, o Banco do Brasil tinha 92.106 funcionários, queda de 1,9% em relação a setembro de 2019 (93.872).

No Facebook muitas pessoas comentaram sobre o fechamento da agência.
“Fecharam a agência BB Catedral. Tarefa cumprida com êxito pelo Paulo Guedes/Bolsonaro. Sem mais comentários”, disse o professor Nilo Castro.

“O atendimento nessa agência era terrível e iniciava desde a porta até os caixas” disse Maria Oliveira.

“Agora quero ver a agência da avenida dar conta de tantos clientes. O povo quer retrocesso…”, disse César Renato.

“Nessa agência não se resolve nada. Só vai fazer falta os caixas eletrônicos. Tudo eles mandavam resolver na outra agência, sem contar o péssimo atendimento. Todos os dias somente um funcionário, era uma agência de fachada”, disse Marlus Ferreira.

“Não funciona por falta de gerenciamento, porque não transfere para o segundo Distrito! O Miritizal”, disse Anízio Correia.

“Ê Brasil véi sem porteira”, comentou Gisalda Souza.

Um detalhe que deve ser observado é que além do fechamento da agência Catedral, todos os serviços de autoatendimentos, como é o caso dos caixas eletrônicos também foram suspensos, inclusive com a retirada desses equipamentos do local.

A superintendência do Banco do Brasil no Acre informou que a instituição financeira deverá investir nos próximos meses em caixas 24 horas na cidade.

O Banco do Brasil agora permanece somente com uma agência na Avenida Coronel Mâncio Lima em Cruzeiro do Sul.

Redação Juruá Online

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas