Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Agência americana autoriza vacina da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos

Na sexta-feira (22), a farmacêutica informou que seu imunizante contra a Covid-19 é seguro e mais de 90,7% eficaz na prevenção de infecções na faixa etária.

_________________Publicidade_________________

A agência reguladora norte-americana (FDA, sigla em inglês) autorizou nesta última sexta-feira (29) que a vacina da Pfizer contra a Covid-19 seja aplicada em crianças de 5 a 11 anos nos Estados Unidos.

Após ser confirmada pela FDA, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), órgão de saúde dos EUA, ainda precisa dar seu aval e estabelecer os protocolos desta futura etapa de vacinação.

Nos EUA, a expectativa é que este parecer dos especialistas seja o primeiro passo para, talvez já na próxima semana, começar a vacinação de um público de 28 milhões de pessoas desta faixa etária. A dose prevista para as crianças é de um terço da aplicada nos adultos.

Exceto por uma abstenção, os especialistas votaram de forma unânime, apontando que os benefícios da prevenção contra a Covid-19 superam eventuais riscos associados à vacinação nesta faixa etária.

Eficácia comprovada

Na sexta-feira (22), a Pfizer informou que sua vacina contra a Covid-19 é segura e mais de 90,7% eficaz na prevenção de infecções em crianças de 5 a 11 anos. Os dados foram enviados à FDA.

O estudo acompanhou 2.268 crianças que receberam duas doses da vacina ou placebo, com três semanas de intervalo. Cada dose foi um terço da quantidade administrada a adolescentes e adultos.

Segundo os pesquisadores, 16 crianças que receberam o placebo foram infectadas com Covid-19, em comparação com três que receberam o imunizante.

No Brasil

Após anúncio do comitê da FDA, a farmacêutica Pfizer disse na quarta-feira (27) que também entrará com um pedido de autorização na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para que a vacina contra a Covid-19 possa ser aplicada em crianças de 5 a 11 anos no Brasil.

De acordo com a farmacêutica, ainda não há data definida de quando ocorrerá o pedido, apenas que será ao longo do mês de novembro.

Por G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas