12 de agosto de 2022   |   00:30  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Acusado na morte da missionária Dorothy Stang se envolve em confusão no Acre

O caso envolve Amair Feijoli, acusado na morte da missionária Dorothy Stang, ocorrida no Estado do Pará, e seu filho, identificado como Patrick Coutinho.

_________________Publicidade_________________

Policiais civis da cidade de Sena Madureira, em parceria com a Core (Coordenadoria de Recursos Especiais), apreenderam nesta terça-feira (28), três armas de fogo em uma fazenda localizada no ramal do 25 (Cassirian), situada na BR-364, entre Sena e Rio Branco. Vários cartuchos de diversos calibres também foram apreendidos.

O caso envolve  Amair Feijoli, acusado na morte da missionária Dorothy Stang, ocorrida no Estado do Pará, e seu filho, identificado como Patrick Coutinho.

Informações apuradas pela Polícia Civil apontam que no dia 1 de junho, um morador do Cassirian procurou a Unidade de Segurança Pública de Sena para denunciar os dois. Na ocasião, tal morador disse que foi alvejado por tiros de revólver disparados por Patrick Coutinho.

Ele relatou que se dirigiu até a propriedade de Amair na tentativa de receber um dinheiro proveniente da venda de terras para o mesmo. Amair, por sua vez, disse que não iria pagá-lo. Revoltado, o morador o atingiu na cabeça com um taco de sinuca. Com isso, o filho de Amair, de posse de um revólver, tentou matá-lo, mas não conseguiu. O morador se embrenhou na mata para não morrer.

As três armas de cano longo foram trazidas para a Delegacia, entretanto, o revólver não foi encontrado.

O caso continua sendo investigado.

Com informações Contilnet

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS