Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Acusada de praticar rachadinha, Valdete diz que é vítima de fogo amigo: “Quem vai aceitar uma nega bocuda que fala o que pensa?”

_________________Publicidade_________________

Acusada de rachadinha e assédio moral, a diretora financeira da Codisacre, Valdete Souza, acredita que as denúncias contra ela têm origem no chamado “fogo amigo”.

Sem citar nomes, Valdete afirma que por se destacar politicamente, pessoas estariam com medo de sua ascenção e poder de influência e liderança.

“Fogo amigo de pessoas que estão perto de mim. E eu acho que deve ter sido esse apelido que vocês botaram em mim de Rainha da Sucata. E eu ofusquei alguém. E essas pessoas não gostam disso. Eu não vou citar nome, porque seu eu citar eu vou ter que provar. Mas eu sei quem foi. Quem é que vai aceitar uma nega bocuda que fala o que pensa ficar assim sem punição? As pessoas não gostam de gente feliz. As pessoas não gostam de gente que fala o que pensa. As pessoas não gostam de pessoas que tocam por conta. Eu chamei 13 partidos à época na varanda da minha casa para convidar o então senador Gladson, pré-candidato a governador época, para ser candidato a governador. Até o nome de nega idiota eu recebi. Eu sei quem foi, eu sei quem foi. Já me colocaram no cantinho da parede aqui na Codisacre e apontaram o dedinho pra mim, eu com problema seríssimo com minha filha.”

As acusações

Valdete Souza é acusada por cargos comissionados de prática de assédio moral e rachadinha. A denúncia, inclusive com áudios, já chegou à Delegacia de Combate à Corrupção.

Valdete estaria exigindo que pessoas detentoras de cargos em comissão de sua cota devolvam parte do salário para ela todos os meses. São valores que variam entre R$ 50, R$ 200 e até R$ 1.070, referente a cada CEC.

A ex-presidente do PMN no Acre também estaria obrigando seus indicados a cuidarem de sua neta em sua residência fora de expediente, conforme denúncia feita por meio de áudio.

Além das humilhações, Valdete também é acusada de abusos e falta de respeito com os funcionários com ligações durante a madrugada e constantes mensagens via WhatsApp.

Via-Notícias da Hora

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas