Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Acre tem a menor taxa de ocupação de leitos de UTI Covid do Brasil, aponta Fiocruz

Dados analisados pelo estudo são do dia 9 de agosto deste ano e são os que apresentam melhor quadro desde outubro de 2020, quando a Fiocruz começou a tabular ocupação de leitos no Brasil. Acre tem taxa de 10% nesta quarta (11), de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde.

_________________Publicidade_________________

O Acre tem a menor taxa de ocupação de leitos de UTI Covid do Brasil, de acordo com a última edição do Boletim Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado nesta quarta-feira (11). Os dados avaliados neste estudo são referentes à segunda (9), quando o estado acreano estava com 13% de ocupação de leitos de UTI Covid.

O último boletim, divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) nesta quarta (11), aponta uma ocupação de leitos ainda menor, 10%. O Acre tem, ao todo, 70 leitos disponíveis na rede SUS, sendo que sete estão ocupados. São 50 leitos em Rio Branco e 20 em Cruzeiro do Sul.

Em dados gerais, o estudo apontou que o Brasil alcançou o melhor cenário na taxa de ocupações de leitos destinados ao tratamento da doença desde outubro de 2020, com todos os estados com números de ocupação abaixo de 80%. Ao todo, são 14 estados com taxas de ocupação de leitos inferiores a 50%.

Atualmente, apenas cinco estados estão na zona de alerta intermediário, com taxas iguais ou superiores a 60% e inferiores a 80% de ocupação de leitos. No último boletim divulgado pela Fiocruz, em julho, todos os estado estavam com suas taxas de ocupação abaixo de 90%.

Dois desses estados só estão nessa faixa de risco por conta da redução de leitos destinados à doença, o que já vem ocorrendo em diversos locais.

A análise constatou ainda que o número de óbitos reduziu 1,1% em relação à semana anterior. A incidência de novos casos, ao mesmo tempo, diminuiu 0,8% por dia.

Taxa de ocupação de leitos por estado:

  • Mato Grosso – 79%
  • Goiás – 78%
  • Roraima – 70%
  • Rio de Janeiro – 67%
  • Rondônia – 64%

(Fora da zona de alerta)

  • Acre – 13%
  • Paraíba – 22%
  • Alagoas – 26%
  • Amapá – 26%
  • Rio Grande do Norte – 34%
  • Sergipe – 35%
  • Pernambuco – 41%
  • Espírito Santo – 42%
  • Bahia – 43%
  • São Paulo – 46%
  • Ceará – 47%
  • Minas Gerais – 47%
  • Pará – 48%
  • Piauí – 48%
  • Maranhão – 52%
  • Amazonas – 54%
  • Mato Grosso do Sul – 56%
  • Santa Catarina – 56%
  • Rio Grande do Sul – 57%
  • Tocantins – 58%
  • Distrito Federal – 59%
  • Paraná – 59%

Situação nas capitais

A capital acreana, Rio Branco, também tem a menor taxa de ocupação de leitos de UTI Covid, ainda segundo o estudo da Fiocruz.

Apesar dos dados positivos na grande maioria dos estados, a situação de grandes capitais ainda preocupa. No Rio de Janeiro, por exemplo, a taxa de ocupação de leitos de UTI destinados aos pacientes adultos com Covid está em 97%. Em Goiânia, a taxa de ocupação está em 92%.

Capitais na zona de alerta intermediária:

  • Porto Velho – 63%
  • São Luís – 64%
  • Campo Grande – 65%
  • Curitiba – 65%
  • Boa Vista – 70%
  • Cuiabá – 74%

Estão fora da zona de alerta:

  • Rio Branco – 12%
  • João Pessoa – 19%
  • Maceió – 25%
  • Macapá – 29%
  • Florianópolis – 31%
  • Natal – 34%
  • Vitória – 36%
  • Salvador – 38%
  • Recife – 39%
  • Teresina – 39%
  • Aracaju – 43%
  • São Paulo – 43%
  • Belém – 44%
  • Fortaleza – 53%
  • Palmas – 53%
  • Manaus – 54%
  • Belo Horizonte – 57%
  • Brasília – 59%
  • Porto Alegre – 59%

Covid no Acre

O Acre registrou 45 novos casos de Covid-19 e uma morte nesta quarta. O número de óbitos em todo o estado é 1.805 e o de infectados 87.468. Já são 85.008 pacientes que tiveram alta da doença. Rio Branco tem 38.020 casos de infecção pelo vírus e 1.082 mortes.

Ao todo, 50 exames de RT-PCR seguem à espera de análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux.

O Acre está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de incidência de 9.778,8 casos para cada 100 mil habitantes. A taxa de mortalidade em cada 100 mil habitantes é de 202, 8 já a de letalidade – quantidade de mortos dentro dos números confirmados da doença – é de 2%.

Vacinação no Acre

De acordo com informações do portal de transparência do governo, o Acre recebeu 730.563 doses de vacinas e foram aplicadas 554.004 doses na população até esta terça (10), último dia em que o site foi atualizado. Das doses, 403.882 pessoas tomaram a primeira dose, 139.573 a segunda e 10.549 a dose única. Rio Branco aplicou 274.824 mil doses e Cruzeiro do Sul 69.635 mil.

Segundo o governo, o número de doses aplicadas que consta no portal refere-se aos dados já inseridos no sistema do Ministério da Saúde, cujas atualizações são realizadas pelos municípios. Por isso, pode haver atraso nas informações.https://15ce5351a57bf97406e49144a043fa98.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Casos de Covid-19 por cidades

CidadesTotalCasos novos
Acrelândia1.78312
Assis Brasil1.8011
Brasiléia2.9750
Bujari1.1390
Capixaba6730
Cruzeiro do Sul7.8141
Epitaciolândia1.5540
Feijó3.3311
Jordão7070
Mâncio Lima2.9622
Manoel Urbano9070
Marechal Thaumaturgo1.3014
Plácido de Castro1.7850
Porto Acre1.5501
Porto Walter5450
Rio Branco38.0205
Rodrigues Alves98317
Santa Rosa do Purus1.0130
Sena Madureira5.8532
Senador Guiomard1.1960
Tarauacá6.554-1
Xapuri3.0190
Total87.46846 – 1 = 45

Fonte: Sesacre

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas