12 de agosto de 2022   |   01:04  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Acre tem 16 cidades com 100% dos seus territórios em faixa de fronteira e 4 cidades gêmeas

IBGE divulgou atualização de recortes territoriais legais do país na quinta-feira (14). São mais de 144,9 km² nessas áreas.

_________________Publicidade_________________

O Acre tem 144.922,65 km² do seu território em área de fronteira, segundo as atualizações dos recortes territoriais legais do país divulgadas na quinta-feira (14) pelo IBGE. Levando em consideração que o território total do Acre é estimado em 164.173,431 km², mais de 88% dele está em área de fronteira, segundo o estudo.

O levantamento também mostra que quatro cidades do Acre são consideradas gêmeas nacionais, ou seja, aquelas que ficam uma ao lado da outra, mas em países diferentes. Das 22 cidades do Acre, apenas seis cidades não têm todo o seu território na faixa de fronteira, são elas:

  • Bujari
  • Cruzeiro do Sul
  • Feijó
  • Manoel Urbano
  • Sena Madureira
  • Tarauacá

A publicação também incorporou a relação das 33 cidades-gêmeas nacionais. Na região Norte, são nove, a maioria no Acre (4). “Tais municípios exigem aplicação de políticas públicas específicas para atender o grande potencial de integração econômica e cultural, bem como enfrentar os problemas específicos de cidades fronteiriças”, explica o coordenador de Estruturas Territoriais do IBGE, Roberto Tavares, em nota no site oficial.

As cidades gêmea são reconhecidas pela portaria nº 2.507,de 5 de outubro do ano passado.

“Serão considerados cidades gêmeas os municípios cortados pela linha de fronteira, seja essa seca ou fluvial, articulada ou não por obra de infraestrutura, que apresentem grande potencial de integração econômica e cultural, podendo ou não apresentar uma conurbação ou semi-conurbação com uma localidade do país vizinho, assim como manifestações ‘condensadas’ dos problemas característicos da fronteira, que aí adquirem maior densidade, com efeitos diretos sobre o desenvolvimento regional e a cidadania”, destaca o decreto assinado pelo ministro do desenvolvimento regional, Rogério Marinho.

Já sobre o limite da Amazônia Legal, o estudo atualiza a área de 5.015.067,86 km², correspondente a cerca de 58,93% do território brasileiro (8.510.345,540 km²).

Ao todo, nove estados e 772 municípios compõem a Amazônia Legal, sendo eles: Acre (22 municípios), Amapá (16), Amazonas (62), Mato Grosso (141), Pará (144), Rondônia (52), Roraima (15), Tocantins (139) e parte do Maranhão (181, dos quais 21 foram parcialmente integrados).

Com Informações G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS