Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Ação Humanitária Itinerante atende mais de 4 mil pessoas na Floresta Estadual do Liberdade

_________________Publicidade_________________

Instituições parceiras divulgaram relatórios de atendimentos realizados na Escola Estadual Maurício Mapes, em Tarauacá. Em breve a população do interior receberá os serviços da Carreta Ambiental, mais um projeto itinerante do governo

Mais de quatro mil pessoas foram atendidas na quarta e última edição da Ação Humanitária Itinerante, realizada na Floresta Estadual do Liberdade, dentro do Complexo de Florestas Estaduais do Rio Gregório, em Tarauacá. A ação foi realizada neste último fim de semana, e o relatório completo com os números de atendimentos foram divulgados nesta segunda-feira, 16, pelas instituições parceiras.

Ação foi realizada no último fim de semana e o relatório completo com os números de atendimentos foram divulgados nesta segunda-feira, 16, pelas instituições parceiras. Foto Odair Leal/Secom

Todas as florestas estaduais, incluindo o Parque Estadual Chandless, receberam ações de educação ambiental, social, jurídica e de saúde, com destaque para a vacinação contra a Covid 19. O projeto foi criado para valorizar a vida das pessoas moram nas unidades de conservação estaduais e seus entornos.

Nesta edição do Liberdade, os comunitários estão sendo atendidos na Escola Estadual Maurício Mapes, próxima à Unidade de Gestão Ambiental Integrada (Ugai) do Liberdade.

Nesta edição do Liberdade, os comunitários estão sendo atendidos na Escola Estadual Maurício Mapes, próxima à Unidade de Gestão Ambiental Integrada (Ugai) do Liberdade. Foto Odair Leal/Secom

A iniciativa é da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e das Políticas Indígenas (Semapi) e conta com vários importantes parceiros, como o Gabinete da Primeira-Dama, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), a Secretaria de Estado de Assistência Social dos Direitos Humanos e de Políticas para Mulheres (SEASDHM), a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), a Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo (Seet) e o Tribunal de Justiça (TJAC), além das prefeituras municipais que sediam cada evento.

Somente a Sesacre, por meio do Saúde Itinerante Especializado e em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Tarauacá, realizou 3.942 atendimentos, entre eles consultas médicas, atendimentos de enfermagem, odontológicos e de serviço social, além de exames laboratoriais, testes rápidos para HIV, sífilis e HB e BC, ultrassonografias, preventivo do câncer do colo uterino e vacinas aplicadas de rotina e Covid-19.

Somente a Sesacre, por meio do Saúde Itinerante Especializado e em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Tarauacá, realizou 3.942 atendimentos. Foto Odair Leal/Secom

A SEASDHM, por meio da equipe multidisciplinar da Diretoria de Políticas para Mulheres, realizou 50 atendimentos, com assistência social, acolhimento psicológico e assessoria jurídica.

A equipe da Divisão de Educação Ambiental e Práticas Sustentáveis da Semapi esteve presente, apoiando as demais equipes e a realização de um trabalho de sensibilização sobre os riscos e prejuízos causados pelas queimadas.

Carreta Ambiental

O governo tem implementado vários projetos itinerantes para facilitar o acesso da população aos serviços do Estado, principalmente para quem mora no interior e regiões isoladas. No mês de setembro, a gestão ambiental do governador Gladson Cameli ganha mais um reforço, a Carreta Ambiental, uma unidade móvel itinerante que oferecerá vários serviços da pasta ambiental, além de cultura e lazer.

O destaque do projeto é desburocratizar o licenciamento ambiental e prestar atendimento e orientações aos produtores rurais no que se refere ao cumprimento da legislação ambiental nos municípios do Acre. A Carreta Ambiental vai percorrer, nessa primeira etapa, 11 municípios das regionais do Alto Acre e Baixo Acre.

A contratação da empresa se deu por meio de emenda parlamentar da deputada federal Vanda Milani, no valor de R$ 1,5 milhão. O projeto do governo está reunindo todas as instituições do Sistema Estadual de Meio Ambiente. Coordenado pela Semapi, a carreta vai oferecer, por um período de pelo menos quatro meses, diversos serviços à população do interior, a exemplo de capacitações, orientações em educação ambiental, abertura de processos, vistorias, emissão de licenças e certidões de outorgas, além do trabalho de atendimento à regularização fundiária.

Atendimentos na Ação Humanitária Itinerante. Foto cedida
Atendimentos na Ação Humanitária Itinerante. Foto cedida
Atendimentos na Ação Humanitária Itinerante. Foto cedida
Atendimentos na Ação Humanitária Itinerante. Foto cedida
Atendimentos na Ação Humanitária Itinerante. Foto cedida
Atendimentos na Ação Humanitária Itinerante. Foto cedida

Por SECOM

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas