Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Acadêmicos de medicina da Ufac cobram retorno de aulas práticas e vacinação prioritária

Ufac diz que aulas presenciais serão ofertadas no próximo semestre, dependendo da situação epidemiológicaSAIMO MARTINS, DO CONTILNET

Nesta quinta-feira (25), uma reclamação dos integrantes da 19° turma do curso de medicina da Universidade Federal do Acre (Ufac), que além de cobrar o cronograma de vacinação dos estudantes, buscam um posicionamento sobre o início das aulas remotas e práticas.

De acordo com os representantes da turma, as aulas teóricas e práticas das turmas de medicina da instituição foram interrompidas no dia 17 de março de 2020, em razão da pandemia do coronavírus, quando optou-se por retirar os alunos dos campos de prática e aguardar uma situação favorável ao retorno.

Após 7 meses parados, algumas disciplinas teóricas foram retomadas via ensino remoto no mês de outubro do ano passado, fato este que não contemplou todas as matérias previstas para o semestre 2020/21, uma vez que não havia um planejamento para as disciplinas com créditos práticos.

Em meio ao impasse, ocorreram várias reuniões das instâncias superiores e foi decidido que o semestre até então parado, iria retornar integralmente no mês de março.

Entretanto, nos últimos dias, uma reviravolta está acontecendo: os campos de aulas práticas, estão lotados, com isso, não comportam mais os acadêmicos, especialmente pela falta de profissionais para auxiliar na recepção dos alunos.

“Muitos professores estão cogitando o cancelamento das disciplinas em detrimento dessa situação. Mesmo na iminência do início do semestre, previsto para o dia 25 de março, não temos posicionamento se teremos as disciplinas ou não, visto o risco de suspensão das mesmas”, declararam os alunos, por meio de nota.

Além disso, os acadêmicos vivem a expectativa de serem incluídos na lista de vacinação prioritária, afirmando que isso foi prometido pelo governo. A reclamação, segundo eles, é que o impasse impacta em um certo atraso da formação.

O QUE DIZ A UFAC

Também por meio de nota, A Ufac diz que haverão reuniões institucionais para deliberação sobre o início de aulas práticas e remotas, porém, reiterou que objetivo da universidade é a preservação da vida.

“As disciplinas com carga horária prática, que não podem ser ministradas de forma remota, serão ofertadas no próximo semestre, dependendo da situação epidemiológica”, diz a nota.

Nota de esclarecimento

A Ufac, por meio da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), esclarece que parecer do Comitê de Prevenção e Contenção da Covid-19 da instituição, composto por professores do curso de Medicina, em resposta ao ofício n.º 88/2021/CVSS/DSQV/Prodgep/Ufac, orienta que as aulas do semestre 2020.1 só podem ser realizadas de forma remota. As disciplinas com carga horária prática, que não podem ser ministradas de forma remota, serão ofertadas no próximo semestre, dependendo da situação epidemiológica.

As decisões e definições sobre o formato de ensino são condicionadas ao cenário epidemiológico nos municípios em que a Ufac desenvolve suas atividades acadêmicas e sempre submetidas à avaliação do Comitê de Prevenção e Contenção da Covid-19. A prioridade é a preservação da vida e saúde da comunidade acadêmica.

Como exposto no parecer do comitê, atualmente o Estado do Acre encontra-se em nível de emergência (bandeira vermelha), conforme resolução n.º 18, de 28 de fevereiro de 2021, publicada no Diário Oficial do Estado do Acre. Em 22 de março de 2021 constataram-se 65.959 infectados e 1.190 óbitos no Estado.  Além disso, os sistemas de saúde público e privado estão em colapso, com filas de espera nas UTIs.

A Ufac esclarece também que o Acre, assim como o Brasil, enfrenta uma nova variante brasileira do coronavírus, que provavelmente emergiu em Manaus no fim de 2020 e que pode ser 2,2 vezes mais transmissível do que outras variantes do vírus, podendo causar ainda nova infecção em indivíduos já infectados pela covid-19.

Com o objetivo de buscar condições mais seguras e diminuir prejuízos acadêmicos, a gestão superior realiza reuniões com docentes e estudantes e levará proposta ao Conselho Universitário para que disciplinas teórico-práticas possam ser iniciadas neste semestre de forma remota (carga horária teórica) e sejam retomadas no semestre subsequente (carga horária prática).

A Ufac agradece aos alunos por suas memoráveis atuações no combate ao coronavírus no início desta pandemia, pelas vidas que foram preservadas por meio dos equipamentos de proteção individual produzidos nos campi da universidade, pela produção de álcool em gel, sabonete e máscaras, pelos atendimentos on-line, entre diversos outros projetos; e pede compreensão neste momento difícil para todos.

As decisões tomadas são sempre no intuito de preservar a vida e jamais de prejudicar a comunidade universitária. A luta é para que cada aluno siga sua trajetória acadêmica, partindo da matrícula institucional até a obtenção do diploma de nível superior e de pós-graduação. É preciso sempre lembrar que não há futuro sem vida. E a vida é o bem maior da humanidade.

Via-Contilnet

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas