22 de maio de 2022   |   13:11  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

A$AP Rocky, pai do bebê de Rihanna, é preso em aeroporto de Los Angeles

Polícia informou em nota que prisão é relacionada a um tiroteio em novembro de 2021, onde uma pessoa alegou que o rapper atirou duas ou três vezes na direção dela.

_________________Publicidade_________________

O rapper A$AP Rocky foi preso em Los Angeles nesta quarta-feira (20). Segundo o site de celebridades TMZ, ele estava no Aeroporto Internacional de Los Angeles.

Testemunhas no aeroporto disseram que o rapper voou de Barbados para Los Angeles em um jato particular, quando foi recebido por policiais no terminal e levado algemado.

A polícia de Los Angeles confirmou a prisão e informou em nota que está relacionada a um tiroteio em novembro de 2021. Segundo o comunicado, o rapper teria atirado e ferido uma pessoa durante uma discussão e fugido em seguida.

De acordo com a emissora de TV americana NBC, a pessoa alegou que A$AP atirou duas ou três vezes na direção dela, causando um ferimento na mão esquerda.

O TMZ também informou que, após a prisão no aeroporto, a polícia fez uma busca na casa do rapper em Los Angeles, e saiu com uma “caixa cheia de possíveis provas”, sem informar o conteúdo.

Quem é A$AP Rocky?

Rihanna e A$AP Rocky na Paris Fashion Week — Foto: 	Vianney Le Caer/Invision/AP

Rihanna e A$AP Rocky na Paris Fashion Week — Foto: Vianney Le Caer/Invision/AP

Rakim Athelaston Mayers, 33 anos, é um dos rappers mais conhecidos dos EUA, tem três álbuns e emplacou diversos hits em quase dez anos de carreira. Mas talvez os brasileiros que não se ligam no hip hop não saibam muito sobre A$AP Rock além de ser o cara que espera um filho com Rihanna.

Ele veio ao Brasil em 2022, como uma das atrações principais do festival Lollapalooza 2022, em São Paulo. Assim como Rihanna, nascida em Barbados, A$AP também tem raízes familiares no país caribenho: o pai dele nasceu lá. Mas o rapper já nasceu em Nova York e cresceu na cena de rap do Harlem.

O single que o tornou mais conhecido, após ser revelado no coletivo de rappers novaiorquinos ASAP Mob, foi “Fuckin’ Problems” (2012), reunindo o incrível time de Drake, 2 Chainz and Kendrick Lamar.

Seu estilo confiante e exagerado se impôs no rap americano com os álbuns “Long. Live. ASAP” (2013), “At. Long. Last. ASAP” (2015) e “Testing” (2018).

Em julho de 2019, ele se envolveu em uma briga na Suécia e ficou preso no país por mais de um mês por agressão. Até o ex-presidente dos EUA Donald Trump se envolveu na polêmica e pediu aos suecos que o rapper fosse solto, o que só aconteceu em agosto.

Via g1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS