14 de agosto de 2022   |   10:23  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

29 de junho, dia do pescador; confira origem da data

Segundo os textos bíblicos, Pedro, apóstolo de Jesus, também era pescador. Daí a data comemorativa ser nesse dia específico.

_________________Publicidade_________________

Amante da natureza e da vida ao ar livre, o pescador dedica seus dias à pesca, seja por esporte, trabalho ou lazer. Para ser um bom pescador, é preciso algumas qualidades, como paciência, concentração e determinação. Os mais experientes sabem inclusive o dia perfeito para a pescaria. Ao observarem a lua e a maré, sabem se a pesca será farta ou não. Muitos lutam diariamente para garantir renda para as famílias, que vivem à beira rio ou na costa litorânea.

Protegidos por seu padroeiro, São Pedro, os pescadores pedem ao santo que os guie em suas pescarias. Afinal, muitos passam dias no mar até trazerem a rede plena de peixes. Tamanha é a devoção a São Pedro que 29 de junho, dia do santo, tornou-se o dia do pescador. Segundo os textos bíblicos, Pedro, apóstolo de Jesus, também era pescador. Daí a data comemorativa ser nesse dia específico.

Ser pescador requer responsabilidade e respeito ao equilíbrio e à preservação das várias espécies de peixes. Por isso, é fundamental que os pescadores conheçam a legislação que regulamenta a pesca no Brasil. Em especial, o período liberado ou proibido para a pesca. Na piracema, por exemplo, a atividade não é permitida, pois é época de reprodução dos peixes. Mas o bom pescador segue à risca as normas, pois sabe que a manutenção das espécies é garantia do seu pão do dia a dia.

Com Informações Portal de Educação Ambiental

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS